sexta-feira, 6 de julho de 2012

MAIS UMA POESIA


[Por favor, queridos leitores aguardo sugestões para título]
Enquanto você não chega
Sou capaz de me tornar lobisomem só para que inteiro me tenha na cama.
Sem drama.
Não fomos feitos um para o outro
Mas nos desejamos
Encantos !
Então porque não foge comigo
Mesmo sem me conhecer
Foge...a graça está no banho quente de inverno
Depois...nos embrulharmos com papel celofane vermelho
E a cada beijo desfazer os nós: vergonhas, medos e traumas do passado.
Onde mora o príncipe?
Sinto lhe dizer querida  mas ele não existe.
E a bela adormecida vai ter que tomar café para acordar.
Pode deixar que eu esquento a água.
No céu a lua insiste em não dar bola para o sol:
____Que sujeito teimoso !
As noites ficaram mais claras.