quarta-feira, 4 de julho de 2012

EM BREVE SENHORAS E SENHORES...ESTAREI LANÇANDO UM LIVRO DE AMORES, "ENQUANTO VOCÊ NÃO CHEGA, EU ESCREVO POESIA". FALA DE DECEPÇÕES AMOROSAS, AMORES PLATÔNICOS, AMORES PROIBIDOS, AMORES IMPOSSÍVEIS, AMORES QUE NUNCA ACONTECERAM, AMORES QUE ESTÃO PARA ACONTECER...ENFIM FALA DE AMORES.

CURTA UMA DAS POESIAS:

Coração proibido II

Naquele noite quando os meus olhos penetraram nos teus olhos,
Sabia que a conquista faria parte da conquista
Grande sina que me acompanha
Essa mulher que você pediu para o Universo é para casar
Um riso num canto esquerdo desconcerta o que eu sinto.
O que eu sinto? Estranho e presente. Desculpe não sei traduzir em palavras
A fala do coração é um tupi-guarani que foge nos confins de terras desconhecidas
Eu te quero de chocolate no dia dos namorados.
Os burros se negam a andar, mesmo bem alimentados.
Por quê? Quem ama sofre?
O amor incompreensível. Deixo cartas de amor no seu jardim na tentativa de fazer poesia viva.
Não me leve a mal. Não se despeça de mim. Me fale mais um pouco de você. Mostra-me como é a sua terra do nunca.
Agora eu sou inteiro. Desnudo. Sem vergonha.

Rudolf Rotchild