sexta-feira, 4 de novembro de 2011

LIVRO DE ARTISTA


Quanto a esta questão não há uma resposta consensual.
Considera-se, contudo, que o que distingue os livros de artista dos restantes é a utilização do livro como suporte de um projeto artístico específico, não restringido ao papel e à tinta, mas incorporando todos os tipos de materiais usados pelo artista. Não são, pois, livros de reproduções de trabalhos de um artista, ou sobre um artista.Para alguns investigadores só é considerado livro de artista todo aquele do qual se possa fazer tiragens e/ou edições ilimitadas. Não consideram como livros de artista aqueles que são executados por processos artesanais – que implicam a sua irreprodutibilidade por meios mecânicos – quer sejam exemplares únicos, quer sejam edições de poucos exemplares. Para estes autores – Anne Moeglin-Delcroix, Ulisses Carrión, Clive Phillpot, entre outros – os livros-objeto não são considerados como livros de artista; este tem de ser um livro “normal” como os outros livros escritos que conhecemos e que possa ser arrumado ou encontrado numa prateleira de uma qualquer biblioteca pública ou privada. Defendem o livro de artista mais como portador de um conteúdo – no qual o artista quer dizer alguma coisa não fora do livro nem sem ele – do que como objeto estético. Mas os livros-objeto não se prendem a padrões de forma ou funcionalidade, extrapolam o conceito livro rompendo as fronteiras comumente atribuídas aos livros de leitura para se assumirem como objetos de arte. São objetos de percepção. Normalmente são obras raras, muitas vezes únicas – como é o caso dos livros de Kiefer, como os de muitos outros artistas – ou com tiragens bastante reduzidas. No livro-objeto a narrativa literária é substituída por uma narrativa plástica; a estrutura livro dá lugar à estrutura plástica, nascendo uma outra forma expressiva. Stephen Bury, no seu livro The book as a work of art 1963-95, considera que livros de artista são livros, ou objetos com a aparência de livros, sobre cujo produto final o artista tem um elevado...