domingo, 16 de agosto de 2009

PRAÇA PROIBIDA




Não disperdissem seu cuspe no chão da praça.Tem muito político por aí que tem um rosto para ser cuspido de graça.
__Vagabunda! É a tua bicicleta.
O lance agora é skatear sem que ninguém veja.
Ora!
me empresta aquele ciclete que está no pé do soldado solitário,
o único sobrevivente de uma praça sem alma.
Parabéns coronel Vianna a sua cidade é muito bacana. Sem prédios, sem ruas, sem rio, sem...casinhas construídas num terreno inóspito mas aconchegante
Pena que as penas dos pássaros não estão mais lá pra contar história.
Que existe?
Sei que não preciso ficar triste por erro de cálculo estrutural,
foram os namorados que se deram mal,
os beijos não são públicos
apesar de
estarem
numa praça.
Que graça tem beijar e não ter ninguém.
E do alto da Catedral todos os apóstolos da mentira dizem AMÉM.

RUDI ROT